| | | 55 31 3568-1401

Igreja Terena debate questão da terra

No último dia 15 de agosto cerca de 30 líderes da Igreja Terena se reuniram para refletir sobre a questão da terra que envolve os povos indígenas do nosso país

Igreja Terena debate questão da terra

No último dia 15 de agosto cerca de 30 líderes da Igreja Terena se reuniram para refletir sobre a questão da terra que envolve os povos indígenas do nosso país. Neste encontro debateu-se ainda e a responsabilidade social da igreja brasileira sob o ponto de vista bíblico-teológico. Serguem Jessui, representante nacional da Tearfund, participou do evento e visitou as igrejas nas várias aldeias em que a Missão Uniedas está presente.

A Missão Indigena Uniedas foi criada por missionários norte-americanos e abrange atualmente 32 igrejas em aldeias e cidades, além de 10 campos missionários em outras etnias. A Uniedas, que é liderada  por irmãos Terenas, foi formada no Instituto Bíblico Cardes Barnéia e é atualmente a maior denominação em terras Terenas com igrejas lideradas por pastores Terenas.

Os Terenas habitam as terras do Mato Grosso há pelo menos 150 anos e têm importante participação na história do Brasil. Por vários motivos as terras Terenas foram transferidas a particulares resultando no confinamento destes povos a pequenas glebas.

Sabe-se que terra,  essencial à vida do povo Terena,  vem sendo usurpada por diferentes mecanismos.  A situação da luta pela terra, tensa em muitas partes do país, é foco permanente de graves conflitos no  Mato Grosso do Sul, estado em que os Terenas e outros povos vêm lutando pela retomada das terras que um dia lhes pertenceram. Nos últimos dias os conflitos envolvendo os Terenas e os Guaranis-Kaiowás se intensificou. (Leia à respeito do assunto clicando aqui)

Muitos irmãos da Uniedas  estão envolvidos neste processo de retomada da terra que por direito lhes pertence. “Esta não é uma luta da Igreja Uniedas, mas como os membros da Igreja são Terenas, vivem em permanente tensão e insegurança pela situação jurídica da terra”, relata Serguem. A questão da terra é grave já que esta é intrisinca à vida e identidade Terena. “Para além de orar pela situação tensa que vivem estes irmãos, o povo de Deus é chamado a manifetar sua solidariedade e testemunho concreto frente às injustiças que acometem o povo terena e outros povos indígenas no nosso país”, conclui Serguem.

Orem conosco pelo fim das insjustiças históricas cometidas contra os povos indígenas do nosso país e pela agilidade na demarcação das terras indígenas. Orem também pelo fim dos violentos conflitos envolvendo pistoleiros e indígenas. Por fim, orem por uma postura mais proativa da Igreja Brasileira no tocante à questão indígena.

Leave a Reply