| | | 55 31 3568-1401

Uma história de esperança em meio ao cenário de violência em Honduras

Uma história de esperança em meio ao cenário de violência em Honduras

Com uma média de 20 assassinatos cometidos todos os dias, Honduras é um dos países mais violentos do mundo. Vivendo em uma favela de rios crivada pelo crime em San Pedro Sula, a segunda maior cidade de Honduras, não é de admirar que famílias como Angela vão para a cama assustadas

Rio da morte

Angela, seu marido e cinco filhos vivem em uma cabana de dois cômodos feita de madeira recuperada e folhas de plástico, empoleirada precariamente acima do rio. Dá pouca proteção quando chove. Na última estação chuvosa a latrina da família foi levada pelo rio.

Violência de gangues e tráfico de drogas regularmente cobram um preço terrível. O rio que corre ao lado da favela e através de San Pedro Sula é usado como um local de despejo para corpos. Este é o mesmo rio que os filhos de Angela devem percorrer para chegar à escola desde que a ponte foi danificada.

Circunstâncias desesperadas

Não há nenhuma escola na favela, e o governo não fornece quaisquer serviços para as pessoas que não estão legalmente estabelecidas. A família de Ângela é apenas uma s entre as 40.000 famílias que vivem na favela da margem do rio sem acesso a quaisquer instalações.

Estes são os lugares para os quais Jesus nos chama para fazer a diferença mais profunda. Nesta Quaresma, a cruz lembra-nos que a redenção é um dom para todos, não importa quão desesperada as circunstâncias.

Encontrando sua voz

A parceira da Tearfund, a Comissão de Ação Social Menonita (CASM), está ajudando mulheres como Ângela a criarem comitês para serem uma voz para sua comunidade. O CASM ajuda a comunidade a se unir, apoiar-se mutuamente e criar condições para uma vida melhor, apesar dos perigos.Hoje, com o treinamento do CASM, Ângela e outros membros do comitê estão pedindo mudanças que darão às famílias de favelas do riacho um lugar seguro para morar. Graças a Deus por isso!

Leia também

Missão integral em tempos de violência – (Relato da participação de Evandro Alves no Congresso Miquéias em Honduras em setembro de 2016)

Leave a Reply