| | | 55 31 3568-1401

O que temos feito para alcançar o Shalom?

Texto retirado do Boletim Informativo Miquéias de julho de 2016

O que temos feito para alcançar o Shalom?

Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis.

Se fôssemos perguntar qual é a meta final dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), talvez acharíamos que a ODS 16 resume e chega perto do que descrevemos como Shalom.

Durante a campanha dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODMs), Miquéias concluiu que os Oito Objetivos só podiam ser alcançados quando havia boa governança, nenhuma corrupção, segurança e proteção para as comunidades prosperarem, bem como sociedades honestas, inclusivas e justas para todos.

Há 12 alvos ligados ao ODS 16, os quais foram criticados por serem numerosos e  difíceis de serem medidos significativamente. Na Miquéias, sentimos que, juntos, podemos fazer uma diferença.

Nossas metas para alcançar esse objetivo são:

Formar uma Linha de Base: Compreendendo a posição atual dos nossos governos e das nossas autoridades locais sobre cada meta.

Articular uma Visão: Refletindo juntos sobre o que ansiamos para o nosso país.

Atuar Juntos de Forma Justa: examinando formas de avançar rumo à esta visão.

Por exemplo, estas são algumas áreas nas quais a Miquéias está envolvida para que alcancemos as metas relacionadas ao ODS 16:

1. Reduzir significativamente todas as formas de violência e as taxas de mortalidade relacionadas em todos os lugares.
Miquéias: Estamos realizando uma consulta regional sobre missão integral em lugares violentos, examinando o conceito de Shalom e fazendo um trabalho de defesa nesse sentido.

2. Acabar com o abuso, a exploração, o tráfico e todas as formas de violência e tortura contra crianças.
Miquéias: Em 2014, realizamos uma Consulta sobre Missão Integral e Liberdade na Zâmbia e preparamos uma Declaração contra a violência e o tráfico; trabalhando com membros como a Restored e a Paz y Esperanza para fazer campanhas contra a violência.

3. Promover o Estado de Direito, no âmbito nacional e internacional, e garantir a igualdade de acesso à justiça para todos.
Miquéias: Promovendo membros como a IJM e a Paz y Esperanza para apoiar o treinamento de pessoas envolvidas com o judiciário e na formulação de políticas e para permitir o acesso aos serviços de justiça para as pessoas pobres e vulneráveis.

4. Reduzir significativamente os fluxos financeiros de armas ilegais, reforçar a recuperação e devolução de recursos roubados e combater todas as formas de crime organizado.
Miquéias: Consulte as recentes declarações e a chamada para ação relacionadas aos Papéis do Panamá e à Corrupção.

5. Reduzir substancialmente a corrupção e o suborno em todas as suas formas.
Miquéias: Em parceria com o Desafio Miquéias, realizamos a campanha EXPOSED: Ponha um foco de Luz sobre a Corrupção; ensinando sobre a integridade e como combater a corrupção.

6. Desenvolver instituições eficazes, responsáveis e transparentes em todos os níveis.
Miquéias: Promovendo iniciativas de responsabilidade e transparência; facilitando o desenvolvimento da Iniciativa das Organizações Sustentáveis.

7. Garantir a tomada de decisão responsiva, inclusiva, participativa e representativa em todos os níveis.
Miquéias: Promovendo a participação e o consentimento informado como uma parte integral da prática de desenvolvimento de transformação.

8. Ampliar e fortalecer a participação dos países em desenvolvimento nas instituições de governança global.
Miquéias: Através da demonstração ativa deste modelo no método em que administramos a Miquéias Global (eventos, estruturas de governança e treinamento); A Miquéias Haiti desenvolveu um ótimo programa de treinamento para líderes do governo.

9. Fornecer identidade legal para todos, incluindo o registro de nascimento.
Miquéias: Até o momento, não nos envolvemos com este trabalho, mas os nossos membros apoiam refugiados, ajudando-os a acessar serviços.

10. Assegurar o acesso público à informação e proteger as liberdades fundamentais, em conformidade com a legislação nacional e os acordos internacionais.
a. Fortalecer as instituições nacionais relevantes, inclusive por meio da cooperação internacional, para a construção de capacidades em todos os níveis, em particular nos países em desenvolvimento, para a prevenção da violência e o combate ao terrorismo e ao crime.
b. Promover e fazer cumprir leis e políticas não discriminatórias para o desenvolvimento sustentável.

Miquéias: Promovendo a justiça, reconciliação, inclusão, igualdade e equidade para todos; ensinando sobre Missão Integral e o Bem Comum.

Juntos, podemos fazer uma diferença de verdade.

Sheryl Haw
Diretora Internacional da Rede Miquéias 

fonte: Boletim Informativo Miquéias – julho de 2016

Leave a Reply