| | | 55 31 3568-1401

Há ainda o mais novo

Informativo Miqueias: Há ainda o mais novo

Sou defensor das crianças e dos jovens há mais de 40 anos. Não porque eu seja um profissional talentoso da área de assistência à infância, ou porque eu seja treinado em estratégias de intervenção. Sou missiólogo e defensor das crianças.  Como tal, compreendo o sofrimento, a negligência e a exploração enfrentada pelas crianças, mas também, ao mesmo tempo, sei que elas são receptivas, e também estratégicas para a expansão do Reino. Por isso, trabalho para defender os direitos das crianças e desenvolver o movimento conhecido como “Janela 4/14”.

Sei que as crianças pagam o maior preço pelas maldades e mazelas das sociedades modernas. Quando os adultos adoecem, as crianças falecem. Quando os adultos passam fome, as crianças também passam fome. A forma mais doentia de pornografia é a pornografia infantil. O pior tipo de prostituição é a prostituição infantil.

Felizmente, hoje em dia estamos vendo a Igreja, ao redor de todo o mundo, se levantar para seriamente abordar a importância das crianças, especialmente as crianças em risco. O Compromisso da Cidade do Cabo, de 2010, do Movimento Lausanne, incluiu um chamado para agir em prol das crianças. Os três compromissos assumidos no CCC em relação às crianças são os seguintes:

  • Levar as crianças a sério, por meio de novas reflexões bíblicas e teológicas enfocadas no amor e no propósito de Deus para as crianças e por meio delas;
  • Procurar treinar pessoas e fornecer recursos que atendam às necessidades das crianças ao redor do mundo; e
  • Expor, enfrentar e tomar medidas contra todos os tipos de abuso infantil.
Também é encorajador que alguns dos movimentos e redes bem sucedidos e promissores estão se manifestando e trabalhando juntas em prol das crianças, incluindo o Fórum Infantil da Miqueias Global.

Um fator importante na crescente conscientização da importância das crianças tem sido os novos estudos sobre o que a Bíblia tem a dizer em relação às crianças. Muitas pessoas agora estão lendo as Escrituras “colocando as crianças no meio delas”. Ao fazer isto, elas percebem que as crianças não estão apenas presentes, mas que são proeminentes e, muitas vezes, teologicamente significativas.

Keith White, de quem aprendi muito sobre o significado das crianças nas Escrituras, refletiu muito sobre o que significa “colocar as crianças em nosso meio”. Keith diz que “colocar as crianças em nosso meio” faz parte da maneira como Deus trabalha.[1]

  • Ele escolheu Moisés no meio de um massacre. Moisés representa todas as crianças, ao longo da história, que foram oprimidas pela pobreza, pelas guerras e pela escravidão.
  • Ele escolheu Samuel no meio do ministério. Samuel representa o fato das crianças estarem no cerne da comunidade formada pelo povo de Deus, a igreja.
  • Ele escolheu uma jovem serva para estar no meio da Sua missão junto à casa de Naamã e de Seu povo. Ela representa o fato de que as crianças são agentes especiais de Deus, Seus missionários.
“Ao longo de toda a Bíblia, as crianças são participantes integrais de massacres, ministérios e missões”.

Outro colega, o Dr. Betta Mengistu, chamou a minha atenção para uma forte visão que envolveu crianças e jovens na ocasião em que Deus enviou Samuel para ungir um novo rei. É compreensível que Samuel procurasse alguém maduro e impressionante, como Saul. Mas depois que todos os filhos de Jessé haviam sido rejeitados, Samuel perguntou se ele não tinha algum outro filho. Jessé respondeu: “Há ainda o mais novo”. Disse Samuel: “Manda-o vir aqui! Não nos sentaremos à mesa enquanto não tiver chegado.” (1 Samuel 16:11).

Mengistu descreve isso como um “chamado profético para uma geração que foi esquecida pelo Homem, mas escolhida por Deus”. [2] Davi provavelmente tinha entre 13 e 16 anos de idade quando foi ungido para ser rei, vindo a ocupar o trono 15 anos mais tarde. Por que Deus não esperou e ungiu Davi quando já era um homem, em vez de ungi-lo quando era ainda um menino? O risco era óbvio.

O fato de Deus ter escolhido ungir Davi em sua adolescência nos mostra a importância dessa fase da vida. Em outras palavras, não devemos cometer o erro de medir a capacidade de uma pessoa receber o azeite da unção de Deus de acordo com a sua idade ou estatura.

Entre as áreas essenciais do trabalho da Miqueias Global, também devemos sempre nos lembrar de que as crianças precisam dessa voz profética, chamando-as para fora do “isolamento”.

Há ainda os mais novos. Não devemos nos sentar à mesa até que eles venham.

Dan Brewster
Missiólogo e Defensor da infância que trabalhou com a 
Visão Mundial e a Compassion


[1] Keith White, anotações da sua apresentação no MBTS, 5 nov. 2002.
[2] Betta Mengistu. Trabalho apresentado na Cúpula da Janela 4/14, em Nova Iorque, em 2009. Citado em Brewster, Dan. There is Still the Youngest’, Penang. 2019.
(Extraído do boletim de notícias de Miqueias do mês de agosto de 2018)

Leave a Reply