| | | 55 31 3568-1401

II Fórum "Igreja e Sustentabilidade" acontece em Manaus entre os dias 27 e 28 de outubro

II Fórum “Igreja e Sustentabilidade” acontece em Manaus entre os dias 27 e 28 de outubro

Entre os dias 27 e 28 de outubro a cidade de Manaus sediará o II Fórum “Igreja e Sustentabilidade na Amazônia. O Reino no nosso quintal”. Dentre os principais objetivos do evento está o de contribuir para que igreja tenha uma compreensão profunda acerca da Teologia da Criação que reflita no estilo de vida de seus membros e que culmine na adoção de práticas sustentáveis. Confira abaixo a entrevista que o pastor Laurence Martins, um dos organizadores do fórum, concedeu ao Paralelo 10. 

Como surgiu a ideia do evento?

A ideia de um fórum sobre sustentabilidade surgiu entre um grupo de irmãos da Primeira Igreja do Evangelho Quadrangular de Manaus, após avaliarem os desafios que existem na Amazônia e como a igreja poderia contribuir para enfrentá-los. Foi esse grupo que também criou a Associação de Desenvolvimento Socioambiental – Origem – uma das promotoras do fórum.

A região Norte abriga umas das maiores florestas tropicais do mundo – a Floresta Amazônica. Um dos maiores problemas enfrentados no Norte é a falta de infraestrutura e investimentos em saneamento ambiental, ocasionando a poluição dos rios, afetando as reservas de água potável e prejudicando a saúde de toda a população. As queimadas e o desmatamento das florestas também colocam em risco a saúde das pessoas e o equilíbrio dos ecossistemas, afetando a fauna, a flora e clima da região. A ação ilegal de madeireiras, a biopirataria e o derrubada predatória da vegetação para o cultivo de soja também representam grandes desafios para a região norte. A má governança e a corrupção são problemas que agravam ainda mais essa situação e precisam ser enfrentados e minimizados.

Os desafios são extraordinários e diante deles perguntamos qual é o papel ou a palavra da Igreja frente a esta realidade?  É com este intuito que Origem e Tearfund juntaram forças para despertar a igreja e setores da sociedade a atuarem decisivamente para mudarem esta realidade.
O Fórum inspirou um Movimento Igreja e Sustentabilidade que hoje é composto por diversos grupos, igrejas e organizações sociais, tais como: PIEQ-Origem, Tearfund, ABUB, Renas, Asas de Socorro e Amazônia Viva.

Qual o objetivo do encontro?

Criar um movimento permanente no Amazonas que mobilize a Igreja, em articulação com setores da sociedade e governo para enfrentar as questões ambiental e de mudança climática;

Contribuir para que igreja tenha uma compreensão e adoção concreta da teologia da criação, que reflita no estilo de vida de seus membros e adoção de práticas sustentáveis;

Desenvolver um processo educativo permanente que propicie mudanças no consumo e na adoção de práticas de sustentabilidade.

Qual o público alvo? 

O publico do fórum são pastores e líderes. Queremos alcançar as lideranças das igrejas para que a teologia da criação se torne teologia prática no dia a dia da igreja local e dos membros.

Conte um pouco sobre como foi a primeiro fórum. Teve boa participação das igrejas? É possível apontar algum resultado?

A primeira experiência foi muito boa. Por causa do Fórum conseguimos “descobrir” quem são os cristãos que já estão atuando na sociedade amazonense na questão ambiental. Muitas organizações participaram e foi surpreendente ver que o povo local já se mobiliza e se organiza de forma eficaz. O fórum também serviu para conectar esses grupos.

Os relacionamentos entre as pessoas se fortaleceram e surgiram algumas parcerias entre organizações. O fórum gerou um movimento no município de Manacapuru, a partir do professor José Ramirez. Então já tivemos um impacto que saiu da capital como resultado direto desse evento.

(Fonte: Paralelo 10/ foto: Pensamento Verde)

Leave a Reply