| | | 55 31 3568-1401

Furacão Matthew deixa rastro de destruição no Haiti

Furacão Matthew deixa rastro de destruição no Haiti

Os efeitos do furacão Matthew continuam aumentando em um dos países mais pobres do planeta, que já sofreu um terremoto devastador em 2010. O balanço de mortos após a passagem do furacão chegou a 1000. O chefe do Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) no Haiti, Enzo di Taranto, confirmou que a região sul foi a mais afetada. “Nunca vi nada parecido com isso”, disse à agência Efe Louis Paul Raphael, representante do Governo na cidade costeira de Roche-a-Bateau, no Departamento Sul, uma das áreas mais devastadas pelo furacão.

A área mais atingida pela tempestade foi a região sudoeste do país, onde os ventos chegaram a uma velocidade de 230 quilômetros por hora. Matthew foi o furacão mais violento que atingiu o Caribe em quase uma década. Autoridades do país informaram que 90% do sul do Haiti foi destruído. Grande parte das famílias que habitavam essa região vivia da pesca e de pequenas plantações, que também foram perdidas. Com isso, o problema do abastecimento ficou ainda mais grave. O acesso à água potável também está comprometido.

A Organização Pan-Americana da Saúde alertou sobre um possível surgimento de cólera depois do furacão. Este ano, antes do desastre do Matthew, já tinham sido registrados 28.500 casos desta infecção intestinal com risco mortal. A ilha caribenha é até agora o país mais afetado pela tempestade que recuperou a categoria quatro. Cerca de 30.000 pessoas estão em abrigos improvisados em 12 municípios da região, diz a agência haitiana de notícias AlterPresse, e cerca de 10.000 estão sem abrigo.

Desde a última terça-feira, 04, o poderoso ciclone atingiu o empobrecido e golpeado país causando danos extensos. O presidente interino do Haiti, Jocelerme Privert, qualificou a situação como “catastrófica”, garantindo que vão precisar de ajuda internacional para enfrentar possíveis emergências de saúde que podem surgir como resultado do furacão.Durante a passagem do Matthew pelo Haiti, mais de 28.000 casas foram afetadas, mas o número poderá subir quando for possível chegar a todas as áreas e fazer uma avaliação completa dos danos. Segundo as Nações Unidas, o furacão Matthew já é responsável pela maior crise humanitária no Haiti desde o terremoto de 2010.

Nosso trabalho no Haiti

A equipe local da Tearfund no Haiti, juntamente com organizações parceiras, já está trabalhando arduamente para oferecer assistência às vítimas do furação que deixou um rastro de danos catastróficos, incluindo chuvas torrenciais e fortes ventos. A devastação atual inclui também inundações e deslizamentos de terra. Entre 3 e 5 milhões de pessoas foram afetadas, muitos milhares de casas foram destruídas, juntamente com as escolas e outras instituições. Muitas fazendas e grande parte da colheita do país também foram completamente destruídas.

Os efeitos do furacão têm sido ainda mais devastadores para os mais pobres. A nação ainda estava vulnerável após os grandes terremotos de 2010 e este veio como um golpe terrível para os haitianos”,  relata Jean-Claude Cerin, representante da Tearfund no Haiti.

Tearfund trabalha no Haiti há mais de 30 anos, especialmente em muitas das áreas mais pobres e vulneráveis. Juntamente com nossos parceiros locais, temos trabalhado arduamente para tornar as comunidades mais robustas e capazes de suportar os efeitos de desastres como este. No entanto, ainda há uma enorme necessidade de ajuda de emergência e assistência.

Neste momento, as principais necessidades identificadas são:

  • acesso seguro a alimentos e água fresca em decorrência das inundações e da destruição de estoques de alimentos;
  • higiene e saneamento, especialmente quando há sério risco de uma epidemia de cólera;
  • abrigo para as milhares de famílias cujas casas foram destruídas ou seriamente danificadas;
  • agricultura e pecuária, pois culturas foram destruídas e muitos animais foram levados pelas inundações.

A equipe e os parceiros da Tearfund estão dando assistência emergencial no Haiti neste momento.

Junte-se a nós! DOE AGORA!

Tearfund Brasil 

CNPJ 23.259.663/0001-20 

Banco Itaú 

Ag. 1399 

Conta 58.902-5

 

 

Leave a Reply