| | | 55 31 3568-1401

Domingo de Páscoa - Nós estávamos lá!

Domingo de Páscoa – Nós estávamos lá!

Portanto, já que vocês ressuscitaram com Cristo, procurem as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus. Mantenham o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas. Pois vocês morreram, e agora a sua vida está escondida com Cristo em Deus. Quando Cristo, que é a sua vida, for manifestado, então vocês também serão manifestados com ele em glória.” Colossenses 3:1-4 NVI

Embora mais de 2 mil anos separem a ressurreição de Cristo dos dias atuais, há um perigo em celebrar a Páscoa como um evento histórico. A tentação aqui reside em permitir que o tempo congele a Páscoa na História, transformando-a em uma mera lembrança de que Jesus ressuscitou por nós há milênios, sem quaisquer implicações na forma como vivemos. Podemos ainda nos perguntar o que tudo isso tem a ver com pandemias e com caos econômico. A Páscoa pode então se tornar apenas um momento agradável vivenciado um domingo por ano. E é precisamente isto que o Inimigo deseja.

O Apóstolo Paulo nos dá uma visão muito diferente da Páscoa. Há três frases no texto da carta aos colossenses que rebatem a falsa ideia de que a Páscoa é apenas a celebração de um evento passado. “Vocês ressuscitaram com Cristo”. Por ter sido escrita no pretérito perfeito esta declaração de Paulo elimina o período de tempo de 2 mil anos e nos transporta diretamente para o túmulo vazio. Quando Jesus assumiu nossa humanidade na encarnação, nossa vida tornou-se inextricavelmente ligada à Vida de Cristo. Neste contexto, o próprio conceito de tempo perde todo o sentido. Não há separação. A Páscoa não é somente a celebração da ressurreição de Jesus, mas um reconhecimento alegre da nossa própria ressurreição. Nós estávamos lá!

Paulo diz ainda que não “apenas” fomos ressuscitados com Cristo, mas, “vocês morreram, e agora a sua vida está escondida com Cristo em Deus”. A segunda declaração está no tempo presente, o que significa que esta é a realidade da nossa vida hoje! Mortos para nós mesmos. Vivendo em Cristo. Escondidos com Cristo em Deus. Que maravilha! Isso significa que podemos enfrentar os desafios desta crise atual sabendo que não podemos perder a vida, uma vez em que já a perdemos. Absolutamente nada pode ser tirado de nós porque nossa vida está escondida com Cristo. Somos mordomos. Estamos seguros. Estamos à salvo. Estamos confiantes. Somos livres.

Finalmente, “Quando Cristo, que é a sua vida, for manifestado, então vocês também serão manifestados com ele em glória.” Esta declaração, que está no futuro, é o ponto no qual culminam todas as declarações anteriores deste texto.  Cristo é nossa vida! Em Gálatas 2:20a Paulo afirma: “Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim”. Esta é a profissão de fé, o testemunho final, de todos os mordomos fieis. Nossa vida não nos pertence porque todas as coisas pertencem a Cristo.

Nós morremos com ele. Nós ressuscitamos com Ele. Agora vivemos Nele e Ele vive em nós. Seremos manifestados com Ele em Glória.

Enquanto isso, aqui estamos nós. Mordomos em um mundo caótico, habitando em meio ao medo, à incerteza, à angústia e à raiva. Vivemos ainda em meio ao desespero, à ansiedade, ao pânico e à crescente desesperança. No entanto, podemos ser a presença de Cristo aqui, porque estávamos lá!

Nesta Páscoa, que possamos celebrar o fato de que fomos ressuscitados com Cristo. Que sejamos encorajados e fortalecidos pela certeza de que nossas vidas estão escondidas com Cristo em Deus. E que estejamos prontos para sair e servir, para proclamar e testemunhar esta verdade, ansiosos pelo dia dia em que Cristo, que é a nossa vida, se manifestará e estaremos com Ele em glória.

 Que a Alegria da Páscoa se manifeste em seu coração!

 O Deus da paz, que pelo sangue da aliança eterna trouxe de volta dentre os mortos a nosso Senhor Jesus, o grande Pastor das ovelhas, os aperfeiçoe em todo o bem para fazerem a vontade dele, e opere em nós o que lhe é agradável, mediante Jesus Cristo, a quem seja a glória para todo o sempre. Amém.”  Hebreus 13:20-21

Sobre o autor:

Scott Rodin (PhD, Universidade de Aberdeen, Escócia) tem paixão por ajudar o povo de Deus a descobrir a liberdade e a alegria da vida de um mordomo fiel. Dr. Rodin é autor de quinze livros e blogs semanais que podem ser encontrados no endereço: www.TheStewardsJourney.com

Arquivo do texto original em inglês

 

COVID-19: Informações e recursos de aprendizagem

Atentos às consequências da pandemia da COVID-19, disponibilizamos em nosso site Tearfund Aprendizagem uma série de guias com orientações para igrejas, redes, organizações, indivíduos e grupos. Abaixo estão os links para alguns destes materiais.

Guia COVID-19: Orientações para a igreja local – Arquivo em pdf 

Guia COVID-19: Orientações para a igreja local – Vídeo 

COVID-19 e estações de limpeza 

COVID-19 Guia de Integração de Gênero e Proteção

 

Leave a Reply