| | | 55 31 3568-1401

Como iniciar um serviço de coleta de lixo comunitário

Como iniciar um serviço de coleta de lixo comunitário

Se a sua comunidade não possui um serviço oficial de coleta de lixo, talvez você possa pensar em começar um!

Na coleta de lixo comunitário, geralmente os moradores e as empresas colocam o lixo na rua para a coleta, e ele é recolhido por trabalhadores remunerados que o levam para um local comunitário de compostagem, reciclagem ou eliminação. Pode haver coleta de porta em porta ou contêineres comunitários, situados próximos a estradas, mercados ou em outras áreas públicas. Você precisará de um carro ou veículo motorizado para coletar o lixo.

Deve haver uma boa cooperação por parte dos moradores e das empresas. Você precisará pesquisar quanto eles estão dispostos a pagar pela coleta de lixo e organizar o pagamento dos trabalhadores.

OBTENHA PERMISSÃO

Antes de começar, descubra quem é responsável pela gestão de resíduos no seu governo local e organize uma reunião. É bom ter um acordo antes de começar a trabalhar, de preferência por escrito. O motivo disso é que os materiais residuais podem ser de propriedade oficial do governo, e você pode precisar de permissão para coletá-los. Você também pode precisar de alvarás e uma avaliação de impacto ambiental. Verifique isso com os departamentos locais de proteção ou fiscalização ambiental.

ANALISE O LIXO

Antes de iniciar seu serviço de coleta, é uma boa ideia coletar uma amostra do lixo da comunidade e analisar do que ele é composto. Você pode pegar 50 kg ou 100 kg de lixo e separá-lo em diferentes materiais, como, por exemplo, resíduos orgânicos, papel, metal, plástico, vidro e “outros”. Depois de saber o que há no lixo da sua comunidade, você poderá procurar uma solução para cada material. Por exemplo, o lixo orgânico pode ser transformado em composto.

INCENTIVE A SEPARAÇÃO

É muito mais fácil trabalhar com o lixo separado. Peça às pessoas que separem seu lixo em diferentes categorias, tais como orgânico, reciclável (por exemplo, plástico, vidro, metal e papel) e não reciclável (por exemplo, absorventes higiênicos, trapos oleosos e alguns materiais têxteis).

COLETE O LIXO

Pense sobre com que frequência você precisará coletar o lixo. Por exemplo, o lixo orgânico precisa ser coletado pelo menos uma vez por semana (ou com maior frequência em climas quentes e úmidos). Os contêineres para a coleta de lixo devem ser facilmente acessíveis para a equipe de coleta. Se os contêineres de lixo forem transportados para o depósito de lixo, providencie contêineres substitutos ou leve-os de volta em seguida. Planeje uma rota curta e simples, que termine o mais próximo possível do depósito de lixo.

Segurança em primeiro lugar

  • Use contêineres adequados, que não vazem, com tampas e alças.
  • Levante os objetos pesados com cuidado e tenha cuidado com os objetos pontiagudos.
  • Os coletores de lixo devem usar roupas de proteção fortes: luvas; pés, braços e pernas cobertos; e cores altamente visíveis para evitar ferimentos em acidentes de trânsito.
  • Lave-se bem depois de trabalhar com o lixo.

SEPARE E PROCESSE

Depois de coletar o lixo, ele pode ser separado e processado. Os resíduos orgânicos podem ser transformados em composto ou biogás, e os recicláveis podem ser vendidos a compradores. Visite os ferros-velhos locais e áreas industriais locais para descobrir quem compra esses materiais. Você também pode usar a internet para pesquisar empresas de reciclagem. Os compradores geralmente estão interessados em metal, papel, papelão e certos tipos de plástico.

O valor que as pessoas pagarão por seu material residual dependerá:

  • da quantidade que você tiver;
  • de quão limpo ele estará;
  • se você poderá levá-lo até elas ou se elas precisarão ir até você para buscá-lo;
  • como você o embalará – se você enfardar o material ou prepará-lo do modo como os recicladores querem, eles normalmente pagarão mais.

Depois de reciclar tudo que é possível reciclar, quase sempre haverá algum resíduo. Este precisa ser enterrado com segurança, de preferência em um aterro adequadamente gerido. Se não houver aterros sanitários nas proximidades, consulte o kit de ferramentas da WasteAid, Making waste work (Encontrando utilidade para o lixo) para obter informações sobre como construir um local simples de eliminação de resíduos.


Adaptado a partir do kit de ferramentas da WasteAid, Making waste work. Consulte a página Recursos para mais informações.

Artigo extraído da Passo a Passo 107, que está repleta de orientações práticas e histórias inspiradoras sobre como lidar com os resíduos em nossa comunidade. Para baixar a íntegra desta edição, clique aqui. 

Leave a Reply