Água que transforma vidas

Alzira Cândido dos Reis vive desde que nasceu no sítio Olho D’água Seco, comunidade localizada no município de Tavares, na Paraíba. A principal atividade e fonte de renda dos moradores é a agricultura de subsistência, principalmente o cultivo de milho, feijão, macaxeira e a criação de galinhas, porcos ou bovinos. Com o prolongamento das estiagens no semiárido em decorrência das mudanças climáticas, a comunidade passou a sofrer com a constante falta de água. 

“Sempre que morei aqui tive muitos problemas com a falta d’água, lembro-me de ter que carregar água na cabeça de longe, e quando tinha, porque nem sempre tinha água em outros lugares também”, lembra Alzira. Ela conta ainda que algumas vezes ela e as outras mulheres da comunidade tinham de caminhar até Tavares, localizada a 3 km de distância, para lavar roupa no açude. “Era muito difícil, tinha que carregar de carroça, nas costas, na cabeça. A gente tinha que ir buscar água pra tudo, beber e fazer as coisas em casa. Tinha dias que à meia-noite nós tínhamos que ir esperar que o “cacimbão” minasse uma lata d’ água. Quem primeiro chegasse, levava.”

Hoje, aos 61 anos, Alzira vive uma realidade diferente. A vida de Alzira passou por uma transformação radical quando ela e sua família conheceram o Projeto Poços, integrante do Programa Sertão Sustentável, da ACEV. O projeto, que conta com o apoio da Tearfund, perfura e equipa poços para atender comunidades em situação de vulnerabilidade no semiárido nordestino, desenvolvendo ações que contribuam para a sustentabilidade de famílias e agricultores que sofrem com os problemas da estiagem comum à região. “Meu filho falou para o pastor da nossa situação que já tínhamos perfurado o poço mas faltava o resto, se tinha como ajudar em alguma coisa, e veio a montagem do poço completa até com caixa d’ água. Então com a nossa contribuição conseguimos perfurar o poço e a igreja com seus parceiros fizeram a montagem”. 

Como já não precisa mais caminhar 3 km para coletar água, Alzira realizou o sonho de plantar sua própria horta. “O projeto me ajudou muito, agora que tenho água aqui bem perto de casa, tenho mais tempo para organizar as tarefas da casa e tinha muita vontade de ter uma horta, agora eu tenho no meu terreiro um quintal lindo, tudo verdinho e alimentos fresquinhos sem veneno. É uma riqueza!”. 

Além do auxílio na instalação dos poços, o Programa Sertão Sustentável também oferece capacitações na área ambiental. “Aprendi um monte de coisa. Gostei das orientações para cuidar melhor do meio ambiente, de como posso melhorar no cuidado com economia de água, de como cuidar do lixo e foi para várias pessoas da comunidade”. 

Atualmente o Projeto Poços em Olho D’água Seco está oferecendo acesso à água para 46 famílias na comunidade. A congregação do sítio Olho D’água Seco é vinculada à Igreja Ação Evangélica em Tavares/PB. O pastor e os membros da igreja participam do desenvolvimento dos projetos na comunidade e estão integrados à Associação Comunitária Rural para buscar direitos básicos junto às políticas públicas.

Meu sonho…nessa idade quase não se tem sonho, mas quero crescer em amar os outros. Continuar vivendo as bênçãos de Deus. Peço oração por minha vida, saúde, paz nas famílias, orar pelos meus filhos para que vivam em união, para que nosso lugar não passe por tantas secas e que cresça. Orar por todos que trabalham para fazerem esses projetos para continuarem ajudando outras famílias, outras comunidades. Oração é sempre bem-vinda.” 

Ore conosco por Alzira e pelo trabalho da ACEV. Peça a Deus que continue capacitando a igreja a servir às  comunidades mais vulneráveis no semiárido. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *